Cansou da decoração de sua casa?



Você já enjoou dessas suaves cores pastéis. As flores daquela estampa alegre agora parecem se repetir até cansar. O revestimento aconchegante de madeira acabou se transformando num fundo pesado que ninguém mais aguenta ver. 



Tudo isso pode se dar por que nem sempre no momento de decorar, levamos em conta que nosso estado de espírito e dos outros moradores da casa podem mudar; que existem quatro estações no ano, e isso pode se refletir nas paredes, nas cortinas e nos móveis; ou que existem ocasiões sociais bem diferentes, que merecem ser acompanhadas de uma decoração especial. Chegou a hora do império dos avessos! Se tudo tiver pelo menos duas faces diferentes, a sua vida pode ganhar um novo ritmo e dinamismo

Uma boa Dica? O segredo pode estar na sua janela...

As cortinas são ideais para colocar em prática o conceito de reversibilidade. 



Mas em vez de ter apenas uma cortina reversível, por que não combinar duas de dupla face? Pelo menos uma vai combinar com o seu humor atual.



Saiba que escolher a cortina ideal para compor o ambiente exige sensibilidade, e saber a respeito de algumas regras básicas pode te ajudar: 

  • A cortina tem que acompanhar o estilo do ambiente onde vai ser instalada, pois ela é parte da composição. 
  • Nos ambientes contemporâneos as cortinas devem ser retas com alças, ilhós, laços ou argolas presas em varões ou cabos de aço. 
  • Nos ambientes clássicos as cortinas devem ser franzidas ou com pregas (macho, fêmea ou americanas), com xales ou com bandos, presas em trilhos ou varões. 
  • Não se intimide ao usar cortinas de tecido, seja generoso e nunca esqueça que mesmo sendo instalada em janelas a cortina pode cobrir toda a parede (de ponta a ponta e do piso ao teto), deixando tocar o chão mais ou menos 15 ou 20 cm para mostrar o caimento do tecido.
  •  As persianas horizontais podem ser instaladas com tamanhos iguais aos vão das janelas.
  • Nas salas use tecidos claros ou transparentes para obter maior luminosidade. O estilo da sala é que determina se o modelo é clássico, reto ou persiana com ou sem xale nas laterais, aqui vale o seu bom senso.
  • Para os quartos prefira sempre os tecidos mais encorpados para garantir a privacidade.
  • Para a copa e cozinha é muito importante que os tecidos sejam fáceis de lavar (Ex. richelieu ou renda holandesa). 
  • No home theater o bloqueio de luz deve ser total neste caso os tecidos grossos são os indicados. (Ex. brim, linho ou seda rústica) é importante também o uso de black-out.
  • Nos escritórios as cortinas devem ter pouco tecido, porém as persianas são mais indicadas. 
  • Você pode personalizar a sua cortina com miçangas, cristais, apliques e bordados. Isso dar um charme a mais à sua cortina. 
  •  Determina com muito cuidado como vai ser fixada a cortina, pois a forma de instalação é tão importante na composição do ambiente quanto a escolha do tecido. Os Varões podem ser cromados, dourados, com pátina, provençal, de madeira, simples ou duplos (com ponteiras diferenciadas ou clássicas), pode também as cortinas ser presas a cabos de aço e a trilhos.

Imagens: Google.

CONVERSATION

0 comentários inspirados!:

Postar um comentário

O Blog se inspira nos seus comentários, continue nos escrevendo... Obrigada!

Inspire e Decore

Inspire e Decore
Inspire-se todos os dias.. Ouse, faça, perceba os detalhes!
Back
to top